Ultimas

Noticias

Policial

ÚLTIMOS POSTS

terça-feira, 22 de julho de 2014

Semut prevê licitação da Estação da Lapa para agosto; local terá shopping e wi-fi


Semut prevê licitação da Estação da Lapa para agosto; local terá shopping e wi-fi
Foto: Divulgação/ Agecom
A Estação da Lapa vai passar por uma grande reforma, que deve ter licitação lançada até o final do mês de agosto. Pelo menos, essa é a previsão da Secretaria Municipal de Urbanismo e Transporte. O órgão pretende construir um shopping center e uma área totalmente climatizada com wi-fi e novo design

O vencedor da concorrência pública terá a concessão da estação por 25 anos - o valor mínimo de investimento é de R$ 13 milhões. O centro de compras pode ser construído no mesmo prédio que a estação ou em algum dos terrenos que também fazem parte da área do terminal. 

Já a construção do shopping depende do projeto que ainda deve ser elaborado. O terminal também deve ser adaptado para ônibus, metrô e BRT (Bus Rapid Transit). O projeto do BRT, que inclui a construção de três viadutos em diferentes pontos da cidade e de três estações, deve custar R$ 1 bilhão. 

Governo instala base comunitária no bairro do Uruguai nesta quarta


A obra teve um investimento de R$ 500 mil e dá origem a 14ª BCS do estado, sendo a 9ª em Salvador
O Governo Estadual vai instalar nesta quarta-feira (23) uma Base Comunitária de Segurança (BCS) no bairro do Uruguai, na Cidade Baixa. A obra teve um investimento de R$ 500 mil e dá origem a 14ª BCS do estado, sendo a 9ª em Salvador.

As Bases Comunitárias são uma das ações do programa Pacto Pela Vida e segundo o governador Jaques Wagner estão dando resultado tanto na capital como no interior. Ele também destacou a contratação de 14 mil policiais como um dos principais itens do programa.

“Eu dedico uma manhã por mês para exatamente me reunir com toda a cúpula da Segurança Pública, do Tribunal de Justiça, do Ministério Público, da Assembleia Legislativa, da Defensoria, exatamente analisando o mês anterior e corrigindo eventuais falhas para que a gente possa continuar como conseguimos, em 2013, reduzir em aproximadamente 8% o número de homicídios”, afirmou Wagner no programa de rádio Conversa com o Governador.

As Bases Comunitárias começaram a ser instaladas em Salvador em abril de 2011. A primeira foi inaugurada no Calabar. No interior existem BCS's nas cidades de Porto Seguro, Itabuna, Vitória da Conquista, Feira de Santana, além de Lauro de Freitas, na região metropolitana

Prefeitura adia conclusão da licitação do sistema de ônibus

Prefeitura adia conclusão da licitação do sistema de ônibus

O anúncio do resultado da licitação do sistema de ônibus de Salvador foi adiado pela Secretaria Municipal de Urbanismo e Transportes (Semut). "Deve ocorrer até o final desta semana", previu o titular do órgão, Fábio Mota, em entrevista ao A Tarde. A concorrência começou na última segunda-feira (14), quando três propostas foram recebidas pela administração soteropolitana. O prazo de conclusão inicial era de quatro dias. Conforme a prefeitura, o prolongamento ocorreu porque a comissão julgadora precisou de mais tempo para analisar a documentação apresentada pelos três consórcios participantes, Jaguaribe, Plataforma e Salvador Norte. As empresas serão convocadas nos próximos dias, através do Diário Oficial do Município, para a sessão em que será divulgado o resultado. 

Estações do metrô de Salvador não têm licença para funcionar; CCR tem outras pendências

Estações do metrô de Salvador não têm licença para funcionar; CCR tem outras pendências

Mais de 15 processos de licenciamento de áreas e uso de equipamentos da CCR Bahia – empresa que opera o metrô de Salvador – seguem pendentes na prefeitura. Antes mesmo da inauguração, no último dia 11 de junho, sequer o alvará de funcionamento tinha sido emitido pela Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom). O Bahia Notícias apurou que hoje, 40 dias após o início das operações, nenhuma das quatro estações ativas – Acesso Norte, Brotas, Campo da Pólvora e Lapa – possui Habite-se, autorização para início de utilização de construções ou edificações. Segundo informações obtidas no Palácio Thomé de Souza, a concessionária desconhecia que cada terminal, individualmente, precisava de um documento. Vistorias realizadas pela Sucom nas unidades já detectaram problemas diversos, a exemplo de falta de extintor de incêndio em local correto, sinalização de saídas de emergência, ausência de detectores de fumaça, bem como outras divergências entre o que foi aprovado no projeto original e o que está em atividade. Até mesmo restrições da CCR no Cadin – espécie de SPC para prestadores da administração pública – foi identificada, como dívida de aproximadamente R$ 2 mil de prestador de serviço terceirizado por falta de recolhimento de contribuições previdenciárias.
Fontes municipais apontam que, como as pendências não põem em risco a segurança do meio de transporte, a Sucom precisou fazer "vistas grossas" a algumas irregularidades e ter "muita boa vontade" com o empresa de transporte sobretudo por dois motivos. O próprio prefeito ACM Neto solicitou a flexibilização das normas, pelo fato de o modal ser "importante para a cidade". Já a CCR, que assumiu o serviço após uma década de obras, tem dificuldades para levantar parte da papelada exigida. Embora o governador Jaques Wagner já tenha dito a interlocutores que a prefeitura "está matracando licenças" de interesses do Estado, devido às eleições, no Município a tese é de que, se o sistema fosse de importância exclusivamente privada, o metrô ainda estava emperrado sobre os trilhos.

terça-feira, 15 de julho de 2014

Prefeitura vai investir R$ 2,3 milhões em iluminação de LED no Subúrbio



Tecnologia já chegou à Barra e Av. Paralela; investimentos na cidade superam R$ 20 milhões
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
O Subúrbio receberá postes com iluminação em LED, que permite uma economia de 50% no consumo de energia. Os investimentos de R$ 2,3 milhões, com recursos do próprio município, permitirão a aquisição de 660 novas luminárias para 330 postes em toda a extensão da Avenida Suburbana. Os investimentos em iluminação pública nesse ano devem superar os R$ 20 milhões, número muito maior ao registrado no ano passado – R$ 8 milhões.
De acordo com a assessoria de imprensa do executivo municipal, a expectativa é que as intervenções sejam finalizadas em setembro, levando ao local a mesma tecnologia já implantada na Barra. A Avenida Luiz Viana Filho (Paralela) também recebe luminárias em LED em parceria com a Coelba. Também serão beneficiados com a novidade outros trechos da Orla que passam por obras de requalificação, a exemplo de São Tomé de Paripe e Tubarão, ambos no Subúrbio, e Ribeira, na Península de Itapagipe, com empenho de mais R$ 1,3 milhão.
Entre as regiões com maior impacto estão Avenida Paralela, que recebe iluminação em LED através de uma parceria com a Coelba, e BR-324, que nunca teve qualquer intervenção do tipo, viabilizada em convênio com a Via Bahia, transformando o perfil dos bairros que margeiam a rodovia. A Prefeitura investe ainda em outras vias da cidade com luminárias metálicas em substituição às de vapor de sódio, aumentando a luminosidade.
Foram beneficiados até aqui 33 bairros, 26 avenidas e 55 ruas da capital. Entre essas áreas estão Vasco da Gama, Dique do Tororó, Rio Vermelho, Ribeira, Calçada, Comércio, Boca do Rio, Ladeira da Montanha, Amaralina, Pituba, Liberdade, Santa Cruz, Itapuã, IAPI, Stella Maris, Castelo Branco, Canela, Federação, São Rafael, entre outras, demonstrando preocupação com todas as regiões da cidade.
Grandes obras
Além da Avenida Paralela, que recebe cerca de 550 novos postes em LED, e da BR-324, a ser beneficiada com cerca de mil luminárias metálicas, estão no rol de grandes obras o Bate Estaca, no Uruguai, que recebeu luminárias metálicas de 400 watts, assim como Avenidas Paulo VI, Carlos Gomes, Sete de Setembro, Otávio Mangabeira, Oceânica, Juracy Magalhães, Garibaldi, Reitor Miguel Calmon, Marechal Castelo Branco (Nazaré), Carybé (São Cristóvão), entre outras.
Destacam-se, ainda, as intervenções nos trechos da Orla que passam por obras de requalificação, a exemplo de São Tomé de Paripe e Tubarão, no Subúrbio, que recebem, juntos, 110 postes com luminárias metálicas de 400 watts, somando investimentos superiores a R$ 2 milhões.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Empresas de transporte coletivo ITT e Capital deixam de circular em Salvador


As empresas de transporte coletivo Capital e ITT (Ilha Tropical Transportes) entregaram 11 linhas à Secretaria de Urbanismo e Transporte (Semut) para serem exploradas por outras empresas, alegando dificuldades para manter o funcionamento das mesmas.
De acordo com o secretário municipal de urbanismo e transporte, Fábio Motta, “o processo de licitação vai até o dia 14, e após o recebimento das propostas das empresas a comissão leva dois a três dias para analisar e esperamos anunciar até o dia 21 e no dia 27 as novas empresas já estarão circulando nestas linhas”.
As linhas que passarão para novas empresas são : Soboeiro/Lapa; São Gonçalo/Barroquinha; São Gonçalo/Lapa/Campo Grande; Arenoso/Pituba; Arenoso/Lapa/ Campo Grande; Arenoso/Calçada/Comércio; Estação Pirajá/Vila Canária; Estação Pirajá/Canabrava; Estação Pirajá/Calabetão; Estação Pirajá/ Jardim Cajazeiras.
Motta afirmou que a população não sofrerá nenhum prejuízo, pelo contrário, o sistema de transportes destas empresas tinha muita reclamação: “Vamos redistribuir porque as empresas não têm condições, estão sem carros para as linhas”, afirmou, destacando que com isso sobrarão mais carros para serem utilizados nas linhas que estas mesmas empresas continuarão operando”.
Além das reclamações dos usuários, os trabalhadores destas empresas Capital e da ITT há mais ou menos uma semana paralisaram suas funções por conta de não pagamento de hora extra, FGTS e falta de estrutura para os funcionários, conforme foi explicado pelo sindicato da categoria na ocasião.
Segundo o secretário, as empresas de transporte têm que se adequar ao novo sistema que antes era individualizado e agora será aglomerado por meio de consórcio. Ele destaca que é uma forma de melhorar intensamente o transporte coletivo da capital.
Em relação a como serão remanejados os funcionários que operam nestas linhas, Motta disse que os motoristas e cobradores não ficarão desempregados. “Não vai demitir nenhum trabalhador relacionado a estas linhas, pelo contrário, ainda vai abrigar outros funcionários”.
Ainda sobre remanejamento de linhas, no mês passado a Barramar encerrou as atividade e as 55 linhas operadas pela empresa foram distribuídas para outras 15 concorrentes.
Fonte: Site Tribuna da Bahia

Trânsito confiram

Esporte Clube vitoria

Emprego

Esporte Clube Bahia

 
Copyright © 2013 O Suburbano Viu !
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates